Diocese de Caçador

São Francisco de Assis de Caçador

PárocoPe. Lauro Kaluzny
– Pe. Luiz Pierdoná
– Seminarista Edimar Blaskowski

Rua Sete de Setembro, 120 – Centro
Caixa Postal 242
CEP: 89.500-000 – Caçador/SC
Fone: (49) 3563-0869
E-mail: paroquiasfassis@diocesedecacador.org.br
catedralsfa@conection.com.br
Site: www.iparoquia.com/paroquia/index.php?id==QTN
 

BREVE HISTÓRICO

Neste pequeno artigo, queremos relatar um pouco da história da Paróquia São Francisco de Assis, Catedral. E para isso nos baseamos no livro tombo, num artigo do professor Guerino Beber e no depoimento de cinco pessoas que participaram da história de nossa Catedral.

A Paróquia São Francisco de Assis, inicialmente denominada Paróquia São Francisco de Assis de Rio Caçador, foi criada em 01-01-1934, pelo Bispo de Lages, Dom Daniel Hostin, desmembrada das freguesias de Campos Novos, Curitibanos e Porto União. Portanto, no dia 01 de Janeiro completou 70 anos. Foi atendida pelos padres de São Francisco de Sales, que permaneceram aqui até fevereiro de 1981.

A Igreja Matriz desta paróquia, bem como a casa canônica, localizava-se no alto da cidade, não muito distante da estação ferroviária, pois nessa época, os trens eram o meio de transporte mais usado.

A Capela localizava-se num dos pontos mais elevados da cidade, em frente da atual Catedral, mas posicionada de frente para onde hoje é a Prefeitura Municipal. Durante muitos anos todos os acontecimentos religiosos aí se realizavam.

A construção da atual catedral teve início no dia 01.03.1938.Em 1940, precisamente no dia 06 de outubro, foi abençoada a pedra fundamental desta catedral, embora a construção já estivesse na altura das janelas. As obras iniciadas em 1938 só foram concluídas em 1959 (21 anos depois), quando no dia 18 de outubro, com o acabamento da pintura, foi inaugurada. E a partir de 1969 com a criação da Diocese de Caçador passou a ser a Igreja mãe, a nossa Catedral.

O arquiteto da obra foi o Sr. Dante Mosconi. O responsável pela obra foi o espanhol Francisco Quintas Perez e o espanhol Celestino Roig Artigas foi o autor e realizador do projeto de decoração e pintura. A decoração foi feita em gesso.

Como nos diz o Professor Guerino Beber, em artigo publicado no jornal Imprensa Catarinense, no dia 25 de Maio de 1985, por ocasião da reforma da catedral: “A Catedral São Francisco de Assis de Caçador é o monumento de maior valor artístico e sócio-cultural de nossa cidade… O templo foi erguido dentro das características de estilo clássico romano, ou neoclássico em três naves, capelas altar-mor e adro de entrada. As colunatas que dividem as naves são de estilo coríntio, em fino acabamento arquitetônico, em forma lisa e redonda, encimadas por capitéis com folhas de acanto. O estilo arquitetônico da Catedral São Francisco de Assis prende-se decididamente às raízes antropológicas do município de Caçador, de etnia predominantemente italiana. O estilo neoclássico se define pelo acúmulo de características típicas de estilos arquitetônicos anteriores, tornando-se assim um mosaico de estilo diferente…”

 SOBRE O RELÓGIO

O relógio possui 04 mostradores de1,40 metrosde diâmetro. Os pesos que movimentam seu maquinismo:230 kg, o que move a máquina e 75 kg o que bate as horas. O martelo que bate as horas pesa 8,5 quilos. O pêndulo que regula a marcha da máquina pesa12,5 kg. A corda do relógio dura 08 dias, e os pesos são levantados por meio de uma manivela.

 SOBRE O ÓRGÃO

            O órgão da Catedral, segundo expressão usada por Laurete Fleck, num artigo publicado no jornal Imprensa Catarinense, no dia 11 de Maio de 1968 – “É um instrumento glorioso. Nada há que se compare. Mais do que uma orquestra, nele nada há que não se possa executar”.

             O mesmo foi adquirido em outubro de 1962 na fábrica de órgãos Bohn, de J. Edmundo Bohn S/A, de Novo Hamburgo, RS, e foi montado na matriz pelos técnicos da fábrica. O custo do mesmo foi de NCr$ 4.500,00. Possui dois teclados, cada um contendo 60 teclas, 26 registros de vários instrumentos, dois pedais, um que serve para aumentar o som, e ao mesmo tempo é controlado por um ponteiro que vai do número1 a10. O segundo pedal serve para que o som saia mais livremente.

Possui 1200 tubos, variando os comprimentos que são de40 cma4 metros. É ligado por uma chave automática, com funcionamento a motor que toca os ventiladores de ar, dando corrente de ar para os foles, a fim que os mesmos possam dar pressão necessária aos tubos, para poderem produzir os sons. Quando há defeito na corrente elétrica, o mesmo desliga-se sozinho.

 ALGUNS PERSONAGENS

             Nestes 70 anos, muitas pessoas colaboraram para construir a história de nossa Paróquia. Por isso, aproveitamos para ouvir algumas destas pessoas que, de uma forma ou de outra, muito contribuíram na edificação desta Paróquia. Assim, escolhemos 5 pessoas representando toda a comunidade paroquial:  Ernesto Faoro, Luiz Paganelli, Angelina Roveda, Judith Caovilla e Emma Maffessoni, que nos relataram alguns fatos importantes desta história:

–  Antes da criação da Paróquia as missas eram rezadas pelos Freis de Porto União. Lembram muito do Frei Osmundo.

– Era exigência que as mulheres usassem manga cumprida e véu na Igreja. No tempo do Pe. Agostinho, ele ficava na porta da Igreja com jornal e a mulher que viesse sem manga era obrigada a cobrir os braços com jornal.

– As festas eram muito grandes, pois envolviam toda a Paróquia, e as pessoas trabalhavam até uma semana. E no começo nem havia salão paroquial, apenas um barracão, mas as pessoas se dedicavam e o resultado era sempre muito bom. E o povo participava.

– Houve criação da Ação Católica, da Congregação Mariana, das Filhas de Maria, da Legião de Maria e dos Vicentinos. Na década de 40 houve uma concentração dos Congregados Marianos em Caçador.

– Houve grande participação de toda a comunidade na época da construção da Catedral.

– Grande foi a contribuição dos padres de São Francisco de Sales no trabalho de Evangelização e organização de toda a Paróquia.

 Esta é um pouco da história da nossa Catedral. É claro que não tivemos a pretensão de dizer tudo, mas mostrar um pouco de tudo o que aconteceu nestes 70 anos. Sabemos que muitas foram as pessoas que participaram desta história. Deixamos aqui registrado o nosso agradecimento a todos que deram a sua contribuição para fazer desta Paróquia um grande marco na história da nossa Igreja.

Pedimos que São Francisco de Assis interceda pela nossa Paróquia e por toda a Diocese de Caçador, para que possamos continuar o nosso trabalho de evangelização, construindo uma Igreja que seja sempre mais Participativa, Comprometida com os problemas do povo, Libertadora e Missionária.

NOSSO PAPA
NOSSO BISPO
NOSSO PADROEIRO
Compartilhar
WebMail da Diocese
Visitantes
contador gratuito de visitas