Diocese de Caçador

Destaque

Ordenação Presbiteral: Everaldo Antonio assume ministério sacerdotal

maio 15, 2017 by diocesedecacador in Destaque with 0 Comments

Ordenação EveraldoA Diocese de Caçador está em festa pelo SIM de mais um filho ao ministério sacerdotal.

No dia de Nossa Senhora de Fátima, 13 de maio, Everaldo Antonio da Conceição foi ordenado presbítero, numa solene celebração litúrgica, na Igreja Matriz da Paróquia São Sebastião, em Papanduva. A celebração que reuniu centenas de pessoas, entre amigos e familiares do neossacerdote, foi presidida pelo bispo da Diocese de Caçador, Dom Frei Severino Clasen, e concelebrada pelos demais sacerdotes presentes.

“O Amor não é amado, como dizia São Francisco de Assis. Precisamos de você, sacerdote, para ajudar a fazer com que o Amor seja amado e juntos formarmos grupos de amigos de Jesus”, disse Dom Clasen durante a homilia. O bispo recordou ainda, o dia de Nossa Senhora de Fátima, escolhido para a ordenação e suas aparições. “Em suas aparições, Nossa Senhora não procurou reis e elites. Ela apareceu aos pastorinhos, aos pescadores, a agricultores. Ela sempre optou pelos mais pobres e essa é a opção da nossa Igreja diocesana, estar com os pobres. Assim nós contamos com você, Everaldo. Eu confio em ti! Muitos pobres e pessoas machucadas precisam do seu serviço”, elucidou o bispo. Durante o rito, Everaldo manifestou diante de Dom Severino e todos os presentes, os propósitos do fiel exercício do ministério presbiteral. A Sagrada Ordenação foi conferida pela imposição das mãos do bispo e pela oração consecratória com que bendiz a Deus e se invoca o dom do Espírito Santo para o exercício do ministério.

Ordenação EveraldoJuntamente com o Bispo, os presbíteros impuseram as mãos, gesto de admissão do eleito na ordem presbiteral.

O neossacerdote vivenciou momentos repletos de emoção e significado, tais como: a Paramentação, em que foi revestido pela estola, símbolo do poder sacerdotal, e a casula, sinal de sua missão de pregar o Evangelho e administrar os sacramentos; a Unção das Mãos com o óleo do crisma, consagrando as mãos do ordenado para abençoar, perdoar e oferecer o sacrifício de Jesus ao Pai; a entrega do Pão e o Vinho, como oferta do povo santo para apresenta-la a Deus; e a Bênção Sacerdotal.

“Obrigado! Gratidão! Deus é muito bondoso para comigo, ainda que eu nem sempre tenha conseguido compreender as demonstrações de amor que Ele tem me dado”, lembrou Pe. Everaldo.

Pe. Everaldo agradeceu especialmente seus pais, irmãos e sobrinhos, que foram fundamentais em sua caminhada de fé. Agradeceu também a todos os amigos, ao bispo, aos sacerdotes e lembrou os lugares onde já atuou pastoralmente.

Ao término, o neossacerdote declarou seu amor a Nossa Senhora dirigindo à Mãe uma linda oração.

Fotos: Ana Paula Araújo
Pastoral da Comunicação

Texto e postagem: Juliana Rodrigues
Pastoral da Comunicação

Compartilhar:

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


*

NOSSO PAPA
NOSSO BISPO
NOSSO PADROEIRO
Compartilhar
WebMail da Diocese
Visitantes
contador gratuito de visitas