Diocese de Caçador

Palavra do Bispo

Mensagem do bispo para o mês de junho

junho 19, 2017 by diocesedecacador in Palavra do Bispo with 0 Comments

“Ó meu Deus, criai em mim um coração puro, e renovai-me o espírito de firmeza” (Sl 50,12).

O nosso coração está perplexo com as inquietações que assolam a sociedade. A Palavra de Deus deve iluminar as mentes e fomentar o desejo de viver a paz e a justiça. A exemplo dos discípulos de Emaús, é preciso encantar a alma com a presença de Deus na nossa vida (cf. Lc 24,32). O momento histórico é de trevas porque maus líderes querem a paz para si e não para a humanidade. Os filhos de Deus devem viver a paz interior, deixar-se conduzir pela força do Espírito Santo para construir a unidade e a fraternidade renovando a face da terra.

O mês de junho se caracteriza pela espiritualidade do coração. Mês do Sagrado Coração de Jesus, mês do Apostolado da Oração, Pentecostes, a festa de Corpus Christi e a festa da Eucaristia. As ruas de nossas cidades devem se enfeitar para que Jesus Eucarístico possa passear e se instalar dentro da alma de todos os batizados. Que a festa da unidade e da alegria seja a fonte de inspiração para mudarmos os quadros de conflitos, tensões e angústias nas nossas famílias e comunidades de fé. A vinda do Espirito Santo, na festa de Pentecostes nos encoraja para mostrar os sinais do Reino de Deus entre nós.

Queremos acelerar, na Igreja diocesana de Caçador, os grupos de amigos de Jesus e implantar o Plano Diocesano de Pastoral, para que juntos nos unamos na construção do bem comum. Não podemos divorciar nossa vida eclesial da vida social. Nosso coração bate o ritmo do amor e da ternura onde estivermos.

Nosso convite é de presença, aceitação, acolhimento e cuidado para com todas as pessoas indistintamente, sobretudo as mais afastadas, esquecidas e ignoradas. No coração aflito e abandonado Deus se esconde, e nos espera para o acolhermos, pois para isso ele veio ao mundo para acolher e cuidar dos doentes e empobrecidos (cf. Lc 5,31).

Dirigindo-se aos bispos da América Latina, o papa Francisco nos desafia: “Aprender a escutar o Povo de Deus significa nos descalçar de nossos preconceitos e racionalismos, de nossos esquemas funcionalistas para conhecer como o Espírito atua no coração de tantos homens e mulheres que, com grande resiliência, não deixam de lançar as redes e lutam para tornar o Evangelho credível”, ressalta o Papa, que pede os bispos para “aprender da fé de nossa gente. Não tenhamos medo de nos sujar por nossa gente. Não tenhamos medo da lama da história, a fim de resgatar e renovar a esperança”, clama o Papa, que acrescenta que “só pesca aquele que não tem medo de arriscar e se comprometer pelos seus”, sem heroicidades, nem desejos de se imolar. “É toda a comunidade crente que vai em busca de Seu Senhor, porque só saindo e deixando as seguranças (que muitas vezes são ‘mundanas’) que a Igreja se centra. Só deixando de ser autorreferencial”.

Esse encorajamento, desejo comunicar a todos os cristãos de nossa Diocese. Assim, alimentamos nosso coração na via da simplicidade. Podemos ampliar o grande desejo de unir as ações, os desejos e os sonhos para vivermos com maior amplitude a riqueza que o Evangelho nos ensina. Com essa atitude recuperemos o espírito cristão que congregou os primeiros discípulos a seguirem Jesus Cristo com heroísmo de fé e coragem inquebrantável. Sabemos que muitos doaram a própria vida em testemunho de fé no Ressuscitado. Que essa ousadia seja resgatada nos corações humanos e possamos sonhar com a unidade que, também a mãe de Jesus nos incentiva e encoraja, “fazei tudo o que ele vos disser” (cf. Jo 2,5).

Ultrapassando a primeira metade do ano, sigamos firmes e presentes nas atividades pastorais e festas que a segunda metade do ano nos espera.

Que as luzes do Espírito Santo nos iluminem, a ternura de Nossa Senhora nos entusiasme e nossos corações sejam aquecidos com a alegria do Evangelho.

Dom Frei Severino Clasen, ofm
Bispo Diocesano de Caçador

Compartilhar:

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


*

NOSSO PAPA
NOSSO BISPO
NOSSO PADROEIRO
Compartilhar
WebMail da Diocese
Visitantes
contador gratuito de visitas