Diocese de Caçador

Destaque

Dom Severino divulga nota sobre a superação da violência

abril 25, 2014 by diocesedecacador in Destaque with 0 Comments

DSCF9342Na tarde desta sexta-feira, 25, o bispo diocesano, Dom Frei Severino Clasen, divulgou nota da Diocese de Caçador em que apresenta a preocupação da Igreja com o aumento da violência na sociedade. O bispo disse estar chocado com os casos ocorridos, recentemente, em Caçador, durante o feriado de Páscoa.

Durante a coletiva de imprensa, Dom Severino informou que reuniu os padres responsáveis pelas três paróquias de Caçador, para que juntos pensassem estratégias de enfrentamento às situações de violência que afetam a sociedade, atualmente. “No município de Caçador, por exemplo, a média de homicídios e suicídios está acima de outros municípios do mesmo porte. Portanto, é necessário um trabalho que mobilize e una os diversos setores da sociedade civil em torno deste debate e de iniciativas que visem à conscientização e ao resgate do sentido da vida”, destacou.

DSCF9338O Deputado Estadual Reno Caramori, em visita ao Bispo, participou da coletiva. Ele destacou a importância da iniciativa, diante aos grandes problemas que geram e são gerados pela violência, não só em Caçador e Região, mas em todo o estado. “O aumento da violência tem afetado a vida das pessoas de diversas formas, especialmente da juventude, por isso é preciso unir forças e mobilizar entidades religiosas, sociedade civil e poder público para encontrar formas de superação desta realidade”, comentou.

O Bispo destacou ainda que, neste final de semana, esta nota será lida em todas as celebrações da Diocese de Caçador, como forma de motivar um envolvimento maior da comunidade em torno deste debate. Além disso, ressaltou a importância da Campanha Nacional contra a Violência e o Extermínio de Jovens, promovida pelas Pastorais da Juventude do Brasil e da realização da Missão Jovem Regional, nos dias 19 a 22 de junho, na Catedral São Francisco de Assis, como exemplos de enfrentamento e busca de superação das diferentes formas de violência impostas contra os jovens e a sociedade.

Após a coletiva de imprensa, o bispo celebrou missa, na Comunidade São Marcos, no Bairro Yung, no intuito de defender a vida e a dignidade humana, diante da morte violenta sofrida, por um adolescente, de 11 anos, no último final de semana, naquela comunidade.

Texto e Publicação Divanete Eloisa Bachi – Pastoral da Comunicação 

Confira a nota na íntegra:

Nota da Diocese de Caçador

Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei (Mt 11, 28).

Diante das recentes notícias que revelam a trágica realidade de violência a que estão expostos crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, cumpre-nos a tarefa de manifestar nossa posição contrária a toda forma de violência que fere a dignidade do ser humano e de conclamar os cristãos e toda a sociedade para uma luta efetiva em vista da transformação dessas situações.

A vida possui valor inalienável que brota da dignidade do ser humano, que é sujeito de direto de caráter prioritário, cuja negação de forma alguma pode ser justificada. Não podemos ficar calados enquanto a vida é ameaçada, diminuída e, até mesmo, roubada.

Constatamos em nossa cidade, com grande preocupação, o aumento da violência contra crianças, jovens, e pessoas idosas nas mais diversas formas: violência familiar, homicídios, direitos negados e o crescente número de casos de suicídios ao nosso redor. São eles, na maioria das vezes, vítimas da cultura da morte que, propondo estilos de ser e de viver contrários à dignidade de todo ser humano, ilude e impede a busca da plena realização humana.

É preocupante a negligência da sociedade como um todo, do poder público, das instituições produtivas, dos movimentos sociais, das instituições de educação e de cultura, das organizações da sociedade, entre outras. As Igrejas não podem se omitir da sua missão em construir uma sociedade de justiça e de paz, que garanta a segurança e o bem viver de todos.

É compromisso cristão a busca da superação desta realidade. Trata-se, sobretudo do anúncio e construção da cultura da vida cuja fonte é Aquele que veio para que todos tenham vida, e a tenham em plenitude (Jo10,10). Os instrumentos de evangelização, a pastoral do batismo, a catequese, a pastoral da criança, do menor, a Pastoral da Juventude, da Pessoa Idosa, juntamente com a Pastoral Familiar, a Pastoral Carcerária, a Cáritas, a Legião de Maria, o Apostolado da Oração, a RCC e demais serviços pastorais devem privilegiar os processos de educação e amadurecimento da fé como resposta de sentido e orientação da vida.

Em junho, entre os dias 19 a 22, acontecerá a grande Missão Jovem regional na Paróquia São Francisco de Assis, em Caçador. Virão jovens missionários de todas as dioceses de Santa Catariana que abordarão o tema “tecendo redes de fraternidade”. Oportunidade para apoiar, participar e fermentar a Palavra de Deus, para uma autêntica conscientização de toda a sociedade, sobre seus rumos e suas intenções de preservar a vida como o maior dom que recebemos de Deus. Um dos projetos contemplados na missão jovem é a campanha contra a violência e o extermínio de jovens.

É, também, compromisso do poder público e de toda a sociedade criar estruturas justas de inclusão social, proporcionando condições para o desenvolvimento pleno e integral das potencialidades do ser humano.

Sobre todos invocamos a intercessão de São Francisco de Assis e a bênção de Deus Pai que ressuscitou seu Filho Jesus e nos garante a plenitude da vida!

Caçador, 25 de abril de 2014

Dom Frei Severino Clasen
Bispo Diocesano de Caçador

Compartilhar:

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


*

NOSSO PAPA
NOSSO BISPO
NOSSO PADROEIRO
Compartilhar
WebMail da Diocese
Visitantes
contador gratuito de visitas